Desenvolvimento Ágil com Extreme Programming

(atualizado em: 09/01/2007) Desenvolvimento Ágil com Programação Extrema Finalmente estou publicando o conteúdo completo da minha monografia aqui no Blog. Considerando que o blog surgiu em função do estudo para este trabalho, e que a apresentação foi a uns 2 meses, realmente demorei tempo demais. Mas foi por um bom motivo. Acrescentei conteúdo novo e … Continue lendo Desenvolvimento Ágil com Extreme Programming

Anúncios

2. Desenvolvimento Guiado por Testes (TDD)

Uma prévia das modificações que estão sendo feitas em 2. TDD. 2. Desenvolvimento Guiado por Testes (TDD) Código limpo que funciona ou “Clean code that Works” [BECK, 2002], foi para alcançar este objetivo que o TDD surgiu. Um código será tanto mais limpo quanto melhor for sua arquitetura e menos erros ele tiver. Uma forma … Continue lendo 2. Desenvolvimento Guiado por Testes (TDD)

4.2.3 [XP] Simplicidade

4.2.3 Simplicidade O valor simplicidade é um dos mais sofisticados e importantes da XP. Ele procura sempre manter o projeto o mais simples possível, tornando-o ágil e maleável. Estudos de 1994 do Standish Group revelam que nas grandes companhias americanas, mesmo entre os poucos (9%) projetos que são entregues dentro do prazo e do orçamento, … Continue lendo 4.2.3 [XP] Simplicidade

3. Refatoração (última fornada)

3. RefatoraçãoÉ o processo de alteração de um sistema de software de modo que o comportamento observável do código não mude, mas que sua estrutura interna seja melhorada. É uma maneira disciplinada de aperfeiçoar o código que minimiza a chance de introdução de falhas. Em essência, refatorar é melhorar o projeto do código após este … Continue lendo 3. Refatoração (última fornada)

2.1. Desenvolvimento Dirigido por Testes

2.1. Desenvolvimento Dirigido por Testes Código limpo que funciona (ou “Clean code that Works”), foi para alcançar este objetivo que o TDD surgiu. Um código será tanto mais limpo quanto melhor for seu design. Uma forma de sempre ter código limpo que funciona, é utilizar o desenvolvimento fortemente guiado por testes automatizados que são escritos … Continue lendo 2.1. Desenvolvimento Dirigido por Testes

Vantagens da Refatoração

Vantagens 1. Diretas Tornar o código mais fácil de entender e modificar, estes são os objetivos da refatoração. Qualquer alteração no código que não vise estes objetivos, não pode ser considerada uma refatoração. Ao programar, podemos ter código que funciona corretamente, mas que é difícil de entender por uma deficiência qualquer. A refatoração deve necessariamente … Continue lendo Vantagens da Refatoração

Refatoração e TDD (Feitos um para o outro)

Refatoração e TDD (Feitos um para o outro) Algumas pessoas contestam que a fortíssima dependência da refatoração em relação aos testes não existe, dizendo que esta foi formalmente definida antes que o conceito de TDD fosse formalizado. Realmente, a refatoração é mais antiga que a TDD. O primeiro trabalho detalhado e formal sobre refatoração, foi … Continue lendo Refatoração e TDD (Feitos um para o outro)