4.1. [XP] Valores, Princípios e Práticas

4.1. Valores, Princípios e Práticas

Valores são critérios gerais e abstratos usados para justificar o que se vê, pensa ou faz. Práticas são úteis porque são objetivas e indicam ações concretas. Princípios servem de ponte entre os Valores e as Práticas.

Valores representam a essência daquilo que gostamos ou não a respeito de alguma coisa. Ter os valores explícitos é importante porque sem valores, as praticas rapidamente perdem o sentido e tornam-se atividades feitas por fazer, sem qualquer propósito ou direção. Valores trazem propósito às práticas.

Práticas são claras e concretas; ou se escreve um teste antes de mudar o código ou não. Também indicam ações que normalmente são específicas para certos contextos; refatoração é aplicada somente a trechos de código que estão funcionalmente corretos. Além disso, são úteis porque dão um lugar para começar; pode-se começar escrevendo os testes e ganhar os benefícios de se fazer assim, muito antes de entender o desenvolvimento de software de um modo mais profundo. Da mesma maneira que valores trazem propósito às práticas, práticas trazem responsabilidades aos valores.

Valores são expressos num nível tão alto que se pode fazer qualquer coisa em nome deles. “Eu escrevi este documento de mil páginas porque valorizo a comunicação.” Isto é muito relativo, pois manter conversas de quinze minutos uma vez por dia, pode ser algo mais produtivo, então produzir o documento pode não ser valorizar a comunicação. Comunicar-se do modo mais efetivo é uma forma de valorizar a comunicação.

Os princípios são direcionados a domínios específicos e foram criados para servir de ponte entre os valores e as práticas. Valores são abstratos demais para guiar práticas(comportamentos) em contextos específicos. “Documentos longos têm a intenção de comunicar, assim como diálogos. Qual é o mais efetivo? A resposta depende em parte do contexto e, em parte, de princípios intelectuais. Neste caso, o Princípio da Humanidade sugere que diálogos atendem à necessidade humana de conexão, portanto, é a forma de comunicação preferível, sem levarmos em conta outros fatores.” [Manhães, Inprove It, Blog XP].

PonteVPP

 

Em conjunto, os Valores, Princípios e Práticas do XP, tentam comunicar claramente, o que é necessário pensar e praticar no desenvolvimento de software. Apesar disso, ler e entender tudo sobre eles, mesmo no melhor dos livros, não é suficiente. É essencial obter experiência, programando no estilo extremo, participando de comunidades de pessoas que compartilham estes valores e pelo menos algumas de suas práticas, e compartilhando o aprendizado com outros.

Neste trabalho, entre outras coisas, serão apresentados os Valores, Princípios e Práticas do XP.

[Manhães, 2004]
[Manhães, 2005]
[Improve It, Blog XP]
[Beck, 2004]

\o ‘s,
ViniciusAC.

Anúncios

Um comentário sobre “4.1. [XP] Valores, Princípios e Práticas

  1. Muito bom o texto porque traz para o dia a dia algo que é tão teórico a ponto de não ser possível aplicá-los pelos pobres mortais.
    Obrigado e adianto que vou utilizar no meu trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s